como pilotar moto

Como pilotar moto em corredores com segurança?

Saber como pilotar moto na correria e tumulto das cidades não é simples. Em muitos lugares, passar horas no trânsito já se tornou parte integrante da rotina da população. Andar pelo corredor acaba sendo uma alternativa para a maioria dos motociclistas quando quer fugir da lentidão dos engarrafamentos.

Neste contexto, o motoboy que enfrenta diariamente esse trânsito pilotando sua moto sabe melhor que qualquer um sobre os perigos das ruas e como evita-los.  Contudo, alguns cuidados são necessários, mesmo ao mais experiente dos motociclistas.

Vamos mostrar aqui algumas dicas de como pilotar moto no corredor de forma segura, para que sempre chegue ao seu destino sem perigos que poderiam ser evitados. Confira!

Como pilotar moto no corredor

1. Tenha segurança no que está fazendo

Se o simples fato de estar no trânsito já traz alguns riscos, ao trafegar pelo corredor os riscos são ainda maiores. Dessa forma, não há como pilotar moto no corredor de forma segura sem ter certeza do que se está fazendo. Na dúvida, não se arrisque: aguarde até ter certeza de que é seguro para seguir.

Agir na dúvida pode atrapalhar a sua habilidade na condução. Tenha consciência dos riscos de cada ação no trânsito que envolvem este tipo de manobra e também quanto às suas habilidades na pilotagem. Faça apenas o que se sente seguro e não abuse da confiança.

2. Faça o possível para ver e ser visto

Em se tratando de como pilotar moto em corredores, esta é uma das medidas mais importantes a se tomar. Como está entre as faixas de rolamento da via, as chances de algum veículo acabar te fechando são grandes.

Isso pode ocorrer em razão da pouca visibilidade dos retrovisores em alguns ângulos, gerando os conhecidos pontos cegos – são as áreas que não entram no campo de visão do motorista em razão da limitação dos espelhos e também das barras laterais das portas e do para-brisa –, ou mesmo por desatenção dos outros condutores.

Dessa forma, não hesite em chamar a atenção ao passar entre os carros, sempre que notar que não foi visto. Para isso, uma dica é manter sempre o farol ligado.

Este cuidado diminui bastante a probabilidade que algum motorista não o veja se aproximando, além de também evitar que seja multado por trafegar com o farol apagado, já que esta conduta, de acordo com o art. 244, IV do Código de Trânsito Brasileiro, constitui infração gravíssima sujeita a multa de R$293,47 e suspensão do direito de dirigir.

3. Utilize o corredor somente quando o trânsito na faixa estiver lento

Muitos motociclistas, de tão habituados que estão em andar pelo corredor, já o veem como o único local para trafegar, mesmo quando o trânsito está fluindo normalmente.

Trafegar pelo corredor, por questões de segurança, não deve ser um hábito automático, principalmente em situações em que a via não enfrenta nenhum engarrafamento ou lentidão. Nessas horas, deslocar-se pelo centro das faixas é a medida mais adequada e segura a ser tomada.

4. Não abuse da velocidade

Andar pelo corredor exige muita atenção e habilidade, já que o espaço entre os carros é reduzido e você pode não ter muita margem para reagir, caso seja surpreendido por alguma situação inesperada, como, por exemplo, um veículo que resolve trocar de faixar sem sinalizar.

Por isso, desenvolver sempre uma velocidade compatível com a situação concreta é a melhor forma de se resguardar de acidentes. Importante dizer que “velocidade compatível” não necessariamente será a máxima permitida na via – até porque a velocidade máxima da via leva em consideração condições normais dela, como fluxo, número de faixas e a largura de cada uma.

Então, lembre-se que está circulando entre faixas e com um espaço menor, então, a velocidade máxima permitida nem sempre será a velocidade mais segura a se desenvolver. Por isso, cabe a você analisar bem a situação, com prudência e responsabilidade.

5. Adote sempre a direção defensiva

Se na natureza impera a máxima de que os animais maiores ocupam uma posição privilegiada em relação aos menores, no trânsito a lógica aplicada é a mesma em relação aos veículos maiores. Por isso que a direção defensiva deve ser constante na vida do motociclista, é uma questão de sobrevivência!

Esteja sempre atento aos veículos à sua volta, ainda mais quando se tratar de ônibus ou caminhões, pois os condutores desses tipos de veículos têm muitas limitações visuais em razão do seu tamanho. Além disso, preveja sempre situações de risco, como buracos na pista, pedestres que podem surgir entre os carros parados, dentre outras.

6. Evite forçar passagens

Meu amigo, eu sei quanto você quer agilizar o seu trabalho e chegar logo ao destino do cliente. No entanto, mais importante que chegar, é chegar em segurança.

Mesmo no corredor, haverá situações em que o trânsito pode ficar lento ou a passagem ficar estreita quando dois caminhões, por exemplo, param paralelamente. Neste tipo de situação, não tente forçar a passagem entre os caminhões, pois pode acabar se chocando com o veículo e se desequilibrando, além de também por haver uma grande chance de você não ser visto pelos motoristas – o que é extremamente arriscado.

Também evite trocar de corredor forçando a passagem na frente dos carros, pois, nessa manobra, existe sempre o risco de não ser visto por outros motociclistas e acabar surpreendendo algum deles ao surgir entre os carros.

Como vimos, saber como pilotar moto pelo corredor exige muita atenção e inúmeros cuidados para que a prática seja mais segura. Por isso, tenha sempre consciência do que está fazendo e dos riscos envolvidos. Fazer seu trabalho é importante, mas a sua saúde e integridade são ainda mais.

serviço de delivery

5 tendências do serviço de delivery que toda express precisa saber

Ao oferecer o serviço de delivery, muitas empresas de entregas sofrem com a falta de um controle que as possibilite atender seus clientes com melhor qualidade, custos enxutos e alta rentabilidade.

E não é só da falta de habilidades gerenciais do proprietário ou do comportamento inadequado dos motoboys que estamos falando. Muitos donos de empresas de entregas sabem tudo do negócio, mas sem usar certas ferramentas fica complicado aplicar melhorias em seus processos e promover um crescimento de forma sustentável.

Com o avanço das tecnologias e da Internet, muitos problemas comuns ao negócio de entregas podem ser resolvidos automaticamente. De modo geral, as tendências do serviço de delivery têm isto em comum: mostram que o futuro está na digitalização e a automação de processos.

Vamos mostrar agora 5 tendências do serviço de delivery que sua empresa de entregas deve acompanhar para não ficar pra trás.

Serviço de Delivery: 5 tendências que toda express precisa saber

1. Planejador de rotas automatizado

É muito comum que sejam os motoboys que decidam qual o caminho seguirão para realizar uma entrega. Nesses casos, o serviço de delivery depende das boas escolhas de rota do motoboy. Se o motoboy escolher caminhos errados durante suas entregas, provavelmente elas vão atrasar.

Os clientes podem até não se incomodar com essas falhas no início, afinal imprevistos acontecem. Mas se for sempre assim, levará à insatisfação e deixarão de fazer negócios com a empresa depois de um tempo.

Para ajudar as empresas de delivery a resolver esse problema é que existe o planejador automatizado de rotas. Trata-se de um sistema capaz de calcular trajetos mais inteligentes de entrega, reduzindo aproximadamente 30% da quilometragem que é percorrida desnecessariamente sem o sistema.

Com este sistema, uma empresa prestadora de serviços de delivery poderá realizar entregas agregadas, reduzir o consumo de combustível, aumentar a durabilidade dos veículos e diminuir o tempo de entrega das encomendas.

2. Sistema de pagamento e cobrança otimizado

Você já parou para contar quantos negócios perdeu por falta de flexibilidade nas formas de pagamento? Muitas empresas de delivery disponibilizam apenas a maquininha de cartão de crédito ou débito para receber os pagamentos dos clientes, transferindo a responsabilidade da cobrança para o motoboy.

Esse é um fator de risco para a empresa, pois muitos valores podem ser cobrados de forma equivocada. Sem contar os prejuízos gerados com as perdas e os danos das máquinas.

Em outros casos, a situação pode se tornar ainda mais complicada. Algumas empresas só aceitam pagamento à vista e em dinheiro, deixando para o motoboy a função de receber e transportar a quantia até a empresa.

O risco de assaltos, recebimentos errados e furtos pode gerar grandes prejuízos para o negócio e causar insatisfação nos clientes por não poderem pagar de outra maneira.

Para resolver esse problema, o sistema de cobranças otimizado é uma tendência que vem para descomplicar as formas de pagamentos dos clientes. O pagamento via boleto é o principal meio oferecido, trazendo mais segurança para ambas as partes.

Dessa forma, a empresa poderá gerar e enviar, automaticamente, boletos recorrentes para cobrar pelo serviço de delivery, gerar e enviar notas fiscais dos serviços prestados via e-mail ou SMS e ter um maior controle sobre os atrasos, com ligações programadas automaticamente para realizar a cobrança de forma adequada.

3. Maior capacidade de entrega

Quem disse que a capacidade de entrega está relacionada somente ao tamanho ou à quantidade de veículos? A automação dos processos possibilitará que outra tendência se torne realidade: aumentar a capacidade de entregas sem a precisar de mais veículos ou contratar mais motoboys.

Com a otimização gerada nos processos, encomendas poderão ser retiradas e enviadas pelos motoboys mais próximos das localidades de entrega, tornando o serviço de delivery mais rápido e com maior número de entregas.

Processos centralizados em uma plataforma em nuvem deverão contribuir para reduzir falhas na comunicação durante o trajeto, fazendo com que a viagem seja mais rápida e objetiva.

Por meio de recursos digitais, ficará mais fácil ampliar também a capacidade de atendimento ao cliente e o monitoramento em tempo real de cada entrega.

4. Controle financeiro em nuvem

Se a sua empresa ainda conta com as tradicionais planilhas para gerir as finanças, saiba que a utilização de aplicativos e sistemas hospedados em nuvem é uma grande tendência para por em ordem nas finanças de empresas de entregas.

Os serviços em nuvem possibilitam automatizações e integrações que facilitam muito na hora de realizar planejamentos orçamentários, fluxo de caixa, contas a receber, contas a pagar, saldos em conta e extratos financeiros consolidados online.

O investimento em um sistema em nuvem em geral é muito mais baixo que o de que sistemas hospedados nos computadores da empresa. Por serem produzidos por empresas de tecnologia de ponta, são muito mais modernos e inteligentes.

5. Atendimento online

O sucesso de aplicativos como Uber, Airbnb e iFood revelam uma mudança no perfil do consumidor. Cada vez mais sem tempo e engajados no ambiente online, os clientes preferem fazer pedidos pela internet e receber a encomenda no conforto de sua casa.

Esse tipo de serviço adicional já é realidade, mas indicamos como tendência porque muitas empresas ainda não identificaram essa grande oportunidade.

Isso não quer dizer que será preciso contratar uma equipe para o atendimento. Muitos aplicativos possibilitam que os próprios clientes montem seus pedidos, façam os pagamentos e recebam uma previsão de entrega. Tudo online.

Todas essas tendências para o serviço de delivery já podem ser encontradas em funcionamento de forma conjunta em um único sistema online. Contar com ele pode ser fundamental para desenvolver um diferencial competitivo forte diante de uma concorrência tão acirrada.

Ficou interessado em atualizar sua empresa de entregas com essas tendências? Conheça o sistema de gestão de entregas da Motoboy.com, clicando em “Saiba mais”.

E você, sabe de mais alguma tendência para o serviço de delivery? Conta pra gente nos comentários!

direção defensiva

Direção defensiva para motoboys: tudo que você precisa saber para se proteger

Já falamos antes como a direção defensiva é atitude que faz a diferença para quem está pilotando entre a vida e a entrega.

Contar com a rapidez de uma moto, principalmente para quem reside em grandes cidades, traz uma vantagem considerável para encarar o conhecido trânsito pesado das metrópoles, principalmente por causa da agilidade que as motos possuem quando comparadas aos carros.

Essa ligeireza é também aproveitada pelos motoboys, profissionais que atravessam toda a cidade correndo contra o tempo para realizar serviços — na maioria das vezes, realizando entregas. Porém, sem a atitude de direção defensiva, esta velocidade pode vir com um preço alto demais.

Toda a pressão relacionada aos prazos faz os motoboys, em muitas situações, deixarem de lado a direção defensiva, resultando em acidentes e prejuízos ao profissional. Não seja mais uma vítima das estatísticas que apontam a falha humana como o principal causador de acidentes no trânsito.

Se você quer saber mais sobre como um motoboy pode realizar uma pilotagem mais segura, e quais são os fatores que auxiliam na integridade e no bem-estar do piloto, este artigo é para você. Confira!

Direção defensiva para motoboys

Manutenção da motocicleta

A direção defensiva começa antes mesmo que os motoqueiros saiam de suas casas para ir ao trabalho. Por isso, meu amigo, nunca deixe de verificar o funcionamento correto dos freios, faróis, buzina e retrovisores, e todos os itens essenciais para que você consiga ver todo o tráfego ao redor e ser visto pelos outros motoristas.

A manutenção da motocicleta de uma forma geral deve estar em dia, o que evita uma parada brusca em meio aos carros e consequentemente um acidente. Cada motoqueiro deve cumprir com as manutenções determinadas pelo manual do fabricante e, dessa forma, praticar uma pilotagem mais segura. Por isso, fique esperto com a manutenção da sua moto!

Equipamentos de segurança

A direção defensiva é uma prática que trabalha essencialmente a capacidade de o motociclista se antecipar diante de situações de perigo, mas sabemos que infelizmente nem sempre isso é possível. Portanto, é fundamental que você nunca saia sem os equipamentos de segurança, pois em um acidente de moto, por menor que seja a velocidade, os danos podem ser gravíssimos.

Entre os itens fundamentais para a prática da direção defensiva pelos motoboys, estão:

  • Capacete: esse item obrigatório deve contar com o selo do Inmetro e os adesivos reflexivos. Além disso, o motoboy deverá estar sempre com a viseira fechada para evitar o contato com insetos e também não ser multado, é claro;
  • Luvas: além de tornarem a pegada nos punhos mais segura, as luvas protegem contra lesões em caso de quedas e são grandes aliadas em dias frios;
  • Joelheiras e cotoveleiras: protegem o motociclista de escoriações em caso de quedas. Muitos modelos de calças e jaquetas já saem de fábrica com esses itens acoplados;
  • Antena corta-pipas: são muitas as situações em que linhas com cerol atingem os pescoços dos motoqueiros, causando acidentes gravíssimos. Atualmente, também é um item obrigatório;
  • Colete refletivo: serve para que o motoboy seja avistado de longe, evitando colisões. É um item obrigatório aos profissionais que trabalham com motos;
  • Mata-cachorro: são aquelas armações metálicas instaladas nos chassis das motos, que protegem as pernas do condutor. Item também obrigatório aos motoboys;
  • Botas: além de protegerem os pés do motociclista em casos de colisões ou quedas, são indispensáveis nos dias de chuva. Também são úteis para que o piloto não queime o pé no escapamento.

Cuidado com os “pontos cegos”

O retrovisor da sua motocicleta pode te enganar. Antes de realizar a troca de faixa, ou até mesmo quando for fazer uma curva, jamais deixe de olhar para trás — além de consultar o retrovisor. As surpresas que os pontos cegos do retrovisor trazem nunca são agradáveis.

Mantenha uma distância de segurança

Nas aulas dos centros de formação de condutores, os instrutores ensinam à exaustão que não se deve pilotar colado ao veículo adiante. Mas são muitos os motoqueiros que se esquecem de que, em caso de freada brusca do carro ou da moto à frente, fica praticamente impossível parar a moto antes de uma colisão.

Mantenha os faróis sempre ligados

Além de ser algo obrigatório aos motoboys de vários estados, pilotar com os faróis sempre ligados chama muito mais a atenção dos motoristas ao redor, facilitando a visualização e consequentemente a antecipação aos possíveis acidentes.

Utilize a buzina com moderação

A buzina é algo importantíssimo aos motoboys, mas deve ser utilizada de forma moderada. Ela permitirá que o motociclista alerte outros motoristas e pilotos sobre a sua presença, mas buzinar em excesso pode causar irritação em seus companheiros de trânsito, provocando um efeito indesejado e que vai contra os princípios da direção defensiva.

Atente-se às correntes de ar

Parece algo improvável, mas é muito comum que as motocicletas, ao ultrapassarem veículos grandes como ônibus ou caminhões, sejam derrubadas pelo deslocamento de ar provocado por esses “grandões”. Portanto, aumente a sua concentração ao dividir o espaço com esses tipos de veículos, certo?

A direção defensiva é uma questão de atitude

Lembre-se: o motoboy que pilota defensivamente não é apenas aquele que conhece e procura praticar as técnicas desse modo de conduzir, mas sim aquele que, principalmente, age pacificamente, possui consciência individual e coletiva sobre os atos praticados no trânsito, é autocrítico e principalmente não coloca a responsabilidade da segurança no trânsito sobre os outros motoristas e pilotos.

Quem é menos agressivo no trânsito tem muito mais chances de reagir com agilidade diante de uma situação adversa, evitando acidentes.

É compreensível que os motoboys estejam sempre querendo economizar tempo, assim como existe a pressão dos patrões por maior produtividade. Mas lembre-se de que algumas lesões podem ser irreparáveis, e não existe dinheiro no mundo que possa remunerar isso. Pense na sua segurança, no bem-estar da sua família e pratique sempre a direção defensiva!

E você, tem praticado a direção defensiva no seu dia a dia? Participe da conversa deixando seu comentário logo abaixo!

micro-momentos

Micro-momentos: boas oportunidades para sua express captar clientes

Você sabia que muitas empresas bem-sucedidas estão aproveitando os micro-momentos para captarem mais clientes? Nós, do blog Motoboy.com Você acreditamos que todos os tipos de empresas, inclusive as empresas express, podem conquistar mais clientes com esta estratégia de marketing.

No nosso trabalho e lazer, estamos acostumados a interromper o que estamos fazendo para buscar algo no Google, não é verdade? Segundo uma recente pesquisa do Google, 94% dos usuários de smartphones fazem pesquisa no aparelho enquanto realizam outra tarefa.

Provavelmente já ocorreu com você de ir às compras e pesquisar o preço de um produto no smartphone. Para você ter uma ideia, aqui no Brasil, no primeiro semestre de 2015, mais de 2 milhões de horas foram assistidas no Youtube sobre “como fazer” alguma coisa.

O fato é que já não estamos mais presos aos computadores desktops, e estamos rapidamente nos acostumando a acessar informações a qualquer instante e de qualquer lugar.

Esta realidade conduz a um novo padrão de comportamento, onde decisões espontâneas ocorrem a partir de uma necessidade momentânea.

Esse fenômeno, chamado de micro-momentos, representa um universo de possibilidades para a sua empresa captar mais clientes.

Mas, afinal, o que são micro-momentos?

Os micro-momentos, segundo a Google, são “minúsculos momentos de intenção de tomada de decisão e formação de preferências que ocorrem durante a jornada do consumidor“.

Na prática, as pessoas usam do dispositivo online mais próximo para resolver uma necessidade daquele momento, e é este instante que os profissionais de marketing acreditam ser uma grande oportunidade para alcançar seu público.

Esses momentos são:

Momento eu quero saber“, quando se busca satisfazer uma curiosidade;

Momento eu quero ir“, quando se busca chegar onde quer;

Momento eu quero fazer“, quando se busca fazer o que quer, e;

Momento eu quero comprar“, quando se busca decidir sobre uma compra, em qualquer das etapas da jornada do consumidor.

Oportunidades não faltam para capturar um momento do seu cliente. As pessoas estão sempre fazendo algo para fugir da rotina: verificar a rede social preferida, conferir se chegou e-mail, pesquisar a receita de um prato, ler a sinopse de um filme, consultar o preço de um produto, fazer compras e muitas outras coisas.

Mas como identificar os micro-momentos do público de sua empresa express e aproveitar essa oportunidade de negócio? Acompanhe aqui e verá que todas as empresas, inclusive as de entregas rápidas, podem se beneficiar deste novo conceito.

Descobrindo os micro-momentos do seu cliente

1. Conheça as principais pesquisas sobre no Google em sua região

Os termos mais buscados no Google em sua região é uma informação importante na estratégia de marketing de qualquer empresa. Saber as principais palavras-chave pesquisadas no Google é um dos recursos mais úteis para entender o que seu cliente quer, e também quando, onde, como e por quê quer.

Para isso, use o Planejador de Palavras-chave da Google. Com ele, é possível procurar novas palavras-chave que sejam buscadas na sua região usando uma frase, um website ou uma categoria, que no caso das empresas express seria “motoboy” ou algo similar. Se sua empresa tiver uma página online, é só colocar o endereço que a ferramenta faz sugestões de palavras-chaves importantes para seu negócio.

Ele também permite ver tendências e dados do volume de pesquisas, para saber quais são os termos mais buscados, de maneira que você pode descobrir, por exemplo, quais regiões em sua cidade há mais demanda por entregas rápidas.

Uma empresa express pode começar procurando novas palavras-chave relacionados à entregas rápidas e a partir delas descobrir quais termos são os mais buscados. Há diversos tutoriais online para esta ferramenta, e como ela é gratuita, você pode testar o quanto quiser até descobrir como torna-la útil para seu negócio.

2. Usando o auto-completar do Google para descobrir as perguntas mais populares

Uma simples pesquisa no Google é capaz de apontar quais os tipos de perguntas mais comuns que as pessoas fazem sobre o seu nicho de negócio ou, até mesmo, relacionados à sua marca. Basta iniciar a pesquisa com palavras do seu negócio e adicionar um “como”, “o que”, “onde”, “quando”, entre outras palavras, e verá que o Google auto-completa com as buscas mais frequentes daquele assuntos. Essa é uma maneira prática de saber o que o seu público vem procurando saber sobre seu mercado.

3. Sua equipe conhece seu cliente

Em sua empresa, todos que lidam diretamente com seus clientes representam uma fonte valiosa de conhecimento sobre seus hábitos, preferências e comportamentos. Reúna seu time e crie uma persona, que os ajudará a ter uma visão mais aproximada de quem é seu cliente. Pergunte ao seu time que situações são comuns que seus clientes vivenciem, o que pensam, sentem, querem  quando precisam de entregas rápidas. Entendendo melhor seu cliente, fica mais fácil encontrar novas formas de atingi-lo com sua mensagem de marketing em diferentes etapas de sua jornada de compra.

Estratégias para captar mais clientes com micro-momentos

Agora que você já tem uma ideia melhor de quem é o seu cliente e o que ele busca, é possível agora usar isto a favor do seu negócio. Vamos ver aqui algumas das estratégias mais comuns usadas para atingir seu cliente em seus micro-momentos. Algumas delas estão apenas agora sendo utilizadas por empresas express, o que significa uma oportunidade de sair na frente da concorrência.

Antes de qualquer coisa, lembre-se: todo o marketing do mundo não vale nada se seu serviço não for de qualidade. Trabalhe para melhorar os serviços prestados pela sua empresa no que diz respeito à qualidade, agilidade e excelência no atendimento, promova cursos e treinamentos para a sua equipe. Sem isto, todo o esforço de marketing é dinheiro jogado fora.

Com isto em mente, vamos então às estratégias para captar mais clientes em seus micro-momentos.

Produzir respostas para as dúvidas e buscas de seus clientes

Muito do que é o marketing hoje está baseado em entender o que o cliente quer/busca e então ajuda-lo a encontrar essas respostas. Se o seu cliente quer saber como cobrar um cliente que não paga, por que não pode ser sua empresa quem vai responder?

Com base no que descobriu que seu cliente quer e busca, sua empresa pode produzir conteúdos úteis, de interesse do consumidor.

Para “empacotar” este conteúdo para seu cliente, pode ser através artigos, vídeos, e-books, imagens com texto, gifs, enfim, tudo vai depender do que o seu cliente mais gosta. Em geral, será online, o que é vantajoso por facilitar o acompanhamento dos resultados com números de acessos, visualizações e compartilhamentos.

Quando criar o conteúdo, é importante utilizar técnicas como SEO (Search Engine Optimization), que priorizam o uso de palavras-chave em certos lugares estratégicos para que as pessoas encontrem mais facilmente sua publicação no Google.

Para ajudar as empresas a produzir conteúdos de qualidade e organizados com técnicas de SEO, há especialistas como o pessoal da Rock Content ou da Contentools. Também encontrará redatores por preços de todos os tipos através do Getninjas.

Ter um website/blog na internet

Se as pessoas estão recorrendo ao Google para buscar informações sobre produtos e serviços, é possível fazer sua empresa “existir” na internet e ser localizada. Através de um website próprio e de um blog, qualquer empresa pode publicar conteúdos, gerar visitas e conquistar posições nas buscas do Google.

Hoje em dia, as empresas express nem mesmo precisam comprar e hospedar um domínio online, pois já é possível usar endereços personalizados de atendimento online, como suaempresa.motoboy.com.

Com uma página online de atendimento, seu público terá mais uma forma de lhe encontrar, solicitar cotações e entregas. O website ainda pode reunir informações sobre o que a sua empresa, como telefone, endereço de e-mail, entre outros.

Interessado em saber como sua empresa express pode atender online? Clique em “Saiba mais”.

Priorizar o uso de website responsivo e funcional

As pessoas estão acessando a internet em seus micro-momentos da vida por meio do celular. Isso aumentar a importância e a urgência de oferecer um website com design responsivo.

Um website responsivo é aquele que se encaixa automaticamente em qualquer dispositivo além do computador: celular, tablet ou outros. Mesmo quando a tela é pequena, esse recurso faz com que os elementos se organizem para destacar as partes mais importantes de um website.

A funcionalidade de uma página é percebida pelo usuário no momento da navegação, por isso, é interessante posicionar botões para ação e informações de contato em locais de fácil visualização.

Presença nas redes sociais

No marketing, você precisa levar uma mensagem ao seu público por algum canal de comunicação. As redes sociais funcionam muito bem para isto, como uma forma das empresas estarem presentes na vida das pessoas e comunicarem sua mensagem. Muitos micro-momentos se passam diante do Facebook ou Instagram em busca por informação e entretenimento, e seu cliente provavelmente também está lá.

Descubra quais as redes sociais mais utilizadas pelos seus clientes da sua empresa express e crie um perfil com a identidade visual do seu negócio. Com ajuda de um profissional de marketing, elabore conteúdos informativos, divertidos, de interesse do seu público. Evite assuntos polêmicos, o respeito deve prevalecer independentemente do estilo das publicações.

Lembra das respostas para dúvidas e buscas que falamos antes? Elas são parte de sua mensagem, e as redes sociais são ótimos canais para divulga-la.

Não se preocupe em ficar vender seu serviço, “vendendo seu peixe”, divulgue as novidades e promoções, mas ninguém está em uma rede social para ser bombardeado de propaganda, não é mesmo?

Mais uma dica: com uma conta no Hootsuite ou outro similar, você pode monitorar suas redes sociais e agendar publicações para todas de uma só vez.

Pronto, agora já tem tudo para se comunicar com seu público, mas e se quiser alcançar um público maior que desconhece seu negócio? Aí é que entra a possibilidade de investir em anúncios.

Investir em anúncios segmentados no Facebook

Além do tráfego orgânico nas redes sociais (ou seja, todas as visitas que você recebe sem ter pago por alcançar o seu público), existe a opção de anúncios pagos, com alcance maior e mais direcionado.

O serviço de anúncios pagos do Facebook é o Facebook Ads. Com ele, é possível investir em campanhas que contemplem vários objetivos: enviar pessoas para o seu website, aumentar a participação em um evento, ganhar mais visibilidade nos vídeos, conseguir cadastros, entre outros.

O mais interessante no Facebook Ads é a possibilidade de segmentar um público específico, por exemplo. O sistema permite que você configure quem visualizará o seu anúncio, por exemplo, homens com idade entre 30 a 45 anos que têm interesse por tecnologia e estão localizados em um São Paulo. Este recurso é muito valioso para levar sua mensagem para o público mais receptivo à sua mensagem.

Finalizando…

Como disse Neil Patel em uma palestra: “você não conhece alguém e já pede em casamento. É preciso de tempo para o namoro, se conhecer, e então é que o pedido acontece. Com os seus clientes é a mesma coisa, eles primeiro precisam lhe conhecer, se relacionar com sua marca, e com o tempo então é que ocorre o casamento.”

São as atitudes de sua empresa nesses muitos momentos, ou micro-momentos, na relação com seu público que irá resultar na captação de mais clientes.

Percebeu como sua empresa express pode crescer muito ao se relacionar melhor com o público em seus micro-momentos? E você, o que faz ou pretende fazer para estar mais presente nos micro-momentos dos seus clientes? Deixe um comentário!

planejador de rotas

Planejador de rotas para empresas express

Muitas empresas express já contam com um sistema com planejador de rotas para monitorar e acompanhar as entregas e o desempenho de sua equipe. Elas estão em vantagem, pois conseguem realizar suas entregas mais rapidamente, com menos custos e melhores resultados.

Vamos mostrar neste artigo como não ficar pra trás e usar um planejador de rotas em seu negócio de entregas rápidas.

Planejador de rotas para empresas express

O planejador de rotas, também chamado de otimizador de rotas ou simplesmente de roteirizador, é uma tecnologia que permite que você organize melhor seu cronograma das entregas, aprimorando não só o atendimento ao cliente, como também estabelecendo metas concretas para:

  • pontos de acesso;
  • horário de entrega;
  • rotas personalizadas;
  • monitoramento das motos.

O principal benefício dessa ferramenta é trazer maior economia e eficiência às empresas de transportes através da definição de trajetos otimizados, calculando fatores como logística do trânsito, locais de difícil acesso e até a urgência da entrega.

Para os motoboys, o planejador de rotas ajuda a verificar como chegar ao destino de forma mais segura, considerando se no local há zona de rodízio, se haverá trânsito por conta do horário de pico, etc.

A Motoboy.com oferece um sistema com otimizador de rotas para empresas express. Clique em “Saiba Mais” para mais informações.

planejador de rotas

O uso de sistemas com planejador de rotas

Um sistema que calcule rotas otimizadas permite conseguir agendar entregas no mesmo dia de forma organizada, sem precisar desmarcar ou reagendar para o próximo dia. E você sabe, uma empresa express que consegue cumprir com seu cronograma certamente vê aumentar sua credibilidade e fidelização da clientela.

Outra vantagem que um sistema com planejador de rotas oferece é que ele permite rastrear seus veículos em tempo real. Com isso, a empresa express tem total controle sobre os trajetos feitos pelos seus motoboys, verificando se estão cumprindo com o combinado.

Nos sistemas mais avançados, o cliente também consegue acompanhar, em tempo real, a localização do motoboy e sua estimativa de chegada. Desta forma, há maior segurança na entrega, com acompanhamento constante das entregas e dos profissionais envolvidos.

O monitoramento das entregas é outro benefício que um sistema moderno pode trazer para um negócio de entregas rápidas. Ele permite monitorar desde o momento que o despacho é coletado até chegar às mãos do destinatário. Os mais avançados contam com um protocolo digital de registro de assinaturas e fotos coletadas durante a entrega.

Fatores importantes no uso de rotas otimizadas

Para qualquer sistema de gerenciamento de rotas, imprevistos podem acontecer e prejudicar a eficiência das rotas otimizadas. Saber o horário de pico, observar o histórico das entregas e estar atento para o que dizem seus motoboys sobre determinado trajeto ou rota são alguns aspectos que devem ser levados em consideração.

Tenha em sua empresa quem fique responsável por acompanhar todas as etapas das entregas, garantindo que o produto esteja no destino conforme o combinado. Caso exista algum imprevisto, o cliente deve ser avisado o quanto antes de alterações ou atrasos no horário combinado.

Se acontecer, por qualquer razão, de o sistema ficar inacessível, é importante que a empresa tenha um plano de reserva. A tecnologia é fundamental para os negócios de hoje em dia, mas é importante saber como garantir que seu cliente não fique na mão caso ela não esteja disponível.

Acidentes, chuva e interdição de ruas são outros imprevistos que podem acontecer a qualquer momento. É preciso que se analisem todas as circunstâncias e que se fiquem de olho nas rotas traçadas, a fim de otimizá-las ou substitui-las por outras sem demora ou prejuízo no tempo de entrega, caso seja necessário.

O planejador de rotas é essencial para a otimização do tempo e da logística de qualquer empresa de transportes. Deixe sua opinião, dúvida ou depoimento sobre esta tecnologia nos comentários abaixo.

motoboy expresso

Motoboy expresso: a melhor opção de entrega

Já parou pra pensar em quantos motoboys você vê pelas ruas todos os dias? Consegue imaginar o efeito do serviço de motoboy expresso para a economia do país? Se você não sabe, fique sabendo: o motoboy expresso é o campeão das ruas, um verdadeiro herói.

Nos dias de hoje, em que o trânsito das grandes cidades tende a ser caótico, o serviço de motoboy expresso fornece uma alternativa eficiente pro transporte de documentos e outros materiais em qualquer horário, auxiliando empresas de todos os tamanhos e necessidades.

É fundamental que se compreenda a importância desse profissional pro funcionamento do mercado e o desenvolvimento da nossa economia, assim como a evolução definitiva que este modelo trouxe pro setor de fretes.

A verdade é esta: nenhum outro serviço de entrega consegue ser eficaz como o motoboy expresso.

Para demonstrar o diferencial que esse serviço proporciona ao mundo corporativo, mostraremos aqui algumas das principais características do motoboy expresso. Confira!

Motoboy expresso: a melhor opção de entrega

Agilidade e praticidade

Nenhum outro tipo de transporte pode oferecer agilidade e praticidade que se compare ao serviço de motoboy. A prontidão e a eficiência desse tipo de serviço é o maior diferencial entre as opções que podemos encontrar no mercado.

O trânsito das grandes cidades costuma ser um obstáculo enorme pra realização de fretes ou entregas, principalmente quando o transporte é urgente, e poder contar com a versatilidade oferecida por um motoboy é algo que mudou radicalmente o conceito de frete comercial no mundo globalizado.

Não só uma alternativa pra fuga do trânsito intenso, o motoboy expresso oferece um valor muito mais em conta, além de maior disponibilidade pra transporte imediato, sem que você sofra com a falta de um motorista pronto pra atendê-lo, como nos casos de carros e outros veículos.

Atendimento personalizado

O serviço do motoboy é facilmente ajustável às necessidades de uma empresa. Se você possui um fluxo frequente de entregas rápidas, é possível investir em uma pequena frota que atenda a essa demanda diariamente.

Se sua preferência é manter o serviço externo, você pode ser muito bem atendido por uma empresa especializada nesse tipo de transporte. O desenvolvimento dessa relação pode lhe proporcionar a vantagem de contar com profissionais que agendem entregas e administrem os motoboys de acordo com suas exigências.

Profissionais capacitados

Ao contrário do que se acredita, devido à injustiça feita com os motoboys, realizar esse trabalho é algo que envolve todo um processo de capacitação. Empresas que oferecem o serviço seguem rígidos critérios pro treinamento e conscientização dos profissionais em relação ao trabalho que eles devem desempenhar.

Existem treinamentos e cursos específicos pra motoboy servem de base pra que as empresas garantam o nível de profissionalismo esperado dos seus funcionários. Além disso, os motoboys têm buscado cada vez mais realizar esse tipo de curso por conta própria, como forma de investir na própria carreira.

O curso obrigatório de 30 horas é exigido daqueles que desejem trabalhar formalmente. Depois de cursá-lo, o indivíduo estará capacitado a compreender as características da função que desempenhará.

É comum ouvirmos alguém falando de forma depreciativa de motoboys ou mesmo culpando-os pela situação caótica em que o trânsito se encontra. Na verdade, a segurança no trânsito é de responsabilidade coletiva daqueles que o formam – ou seja, todos os cidadãos.

Garantias legais

Sendo o trânsito o local de trabalho dos motoboys, são eles os mais interessados no aumento da segurança das ruas. Isso se mostra de forma clara quando olhamos pra intensa luta deles pelo reconhecimento da categoria, que veio em 2009.

Anos de esforço deram resultado quando o Ministério do Trabalho passou a reconhecer a profissão de motoboy, possibilitando o registro em carteira. Essa vitória assegurou aos profissionais um piso salarial, seguro de vida, entre outros.

Esse foi um importante passo dado pelos motoboys na sua batalha diária. Além de resistirem às condições precárias de muitas vias públicas e às adversidades causadas pelo clima e pelo próprio trânsito, eles não deixaram de proporcionar o crescimento do setor e, com isso, impulsionar a economia de todo o país.

Regulamentação da categoria: segurança para todos

Guiar diariamente uma moto nessas condições de tráfego e realizar um serviço de qualidade, dados os riscos à saúde e à integridade física, é trabalho pra um verdadeiro herói. Não é à toa que o reconhecimento vem por parte das empresas, que, cada vez mais, utilizam o motoboy expresso como solução pra suas necessidades de frete.

Por conta da capacitação obrigatória, passou a ser regulado o uso de equipamentos de segurança e a identificação dos motoboys, o que torna possível enxergar mais facilmente os profissionais no trânsito e preservar a segurança de todos.

Quem é motoboy sabe a gigantesca diferença que isso faz. Por mais que nossa sociedade busque uma melhor relação entre os indivíduos no trânsito, ainda é comum avistarmos motoristas de veículos longos ou mesmo carros fechando o espaço pra motocicletas.

Manobras bruscas de ônibus e caminhões estão entre as principais causas de acidentes envolvendo motos, e nenhum motoboy quer se ver nessa situação.

Por isso, a luta pelos direitos do motoboy é também uma luta por um trânsito mais seguro pra todos aqueles que fazem parte dele, de motoristas a ciclistas e pedestres.

Gostou do artigo? Então curta nossa página no Facebook e acompanhe nossas publicações sobre os serviços de motoboy expresso. Também pode deixar seus comentários logo abaixo.

dicas de gestão

Dicas de gestão para empresas de motoboy

Em tempos de crise, onde a demanda por serviços está abaixo do esperado, os empresários precisam buscar formas de reduzir custos. Vou neste artigo falar de dicas de gestão para enxugar despesas sem impactos na qualidade das entregas express.

Reduzir os custos, diminuindo também a qualidade dos serviços, pode ser uma estratégia perigosa, já que, durante a crise, os clientes são muito assediados pela concorrência e estão mais dispostos a fazer mudanças para salvar seus negócios, buscando melhores preços ou atendimento diferenciado.

Então, como reduzir custos ao mesmo tempo que mantém a clientela satisfeita? A resposta para isso é gestão.

Dicas de gestão para empresas express 

Através de um gerenciamento adequado dos seus recursos, as empresas podem fazer mais com menos, ou seja, continuarem atendendo bem o mercado, mas com menos gastos.

Para isso, os empresários precisam investir mais tempo no planejamento e controle dos seus negócios, ao invés de perder tempo com inúmeras reclamações, na busca por culpados e, principalmente, apagando os constantes e inacabáveis “incêndios” do dia a dia, que nunca vão deixar de existir em operações logísticas (apesar de poderem ser minimizados).

Será que muitos sabem quem são:

Os funcionários mais produtivos?

Os clientes mais rentáveis?

Qual a capacidade real de atendimento de sua empresa?

Qual nível de ociosidade da sua frota e em qual momento do dia, do mês?

Quais as novas tecnologias e formas de resolver seus problemas diários com maior eficiência?

Estratégias para enfrentar as sazonalidades do mercado e seus impactos?

Planejar o negócio consiste em se antecipar perante o futuro. Prever situações, desenvolver planos e estratégias para diferentes cenários, buscar formas de entregar melhores resultados e organizar sua execução.

Nas empresas de motoboy, isto significa planejamento de frotas, de rotas, de equipe, de receitas, de custos, de manutenção, de ações comerciais.

Para que um bom planejamento seja feito, o principal input (necessidade) é a disponibilidade de informações precisas, atualizadas e confiáveis. Não tem como se planejar bem, se não existem dados para se levar em conta na análise. Sem isso, o planejamento se torna uma simplificada visão do planejador, com base em suas experiências, crenças, princípios e opiniões sobre o mercado.

Pode até ser que ele acerte em muitos momentos, mas essa intuição pode lhe trair, principalmente em ambientes voláteis, de crise, onde tudo pode mudar muito rápido, como vemos nos dias de hoje. Em poucos meses, novos modelos de negócio surgem e mudam todo contexto do mercado. Não foi isso que aconteceu com o Google, Whatsapp, Uber?

Quem se planeja para enfrentar as mudanças, sai na frente e tem mais chances de garantir sua sobrevivência. Poucas dicas de gestão são mais importantes que esta, porém de pouco adianta o planejamento se a gestão não estiver nas mãos dos administradores.  Vamos então falar disto.

Controle na gestão

O controle na gestão surge depois da etapa do planejamento, onde o empresário precisa acompanhar a execução da estratégia planejada. Nesse momento, precisa garantir que o plano está sendo colocado em prática a conforme, precisa entender se houve alguma mudança no ambiente ou no mercado que justifiquem mudanças na estratégia.

Controlar a gestão é acompanhar o dia a dia da empresa para que siga o planejamento.

No caso das empresas de motoboy, seria monitorar as produtividades das equipes, gastos com a frota, faturamento e pedidos de clientes novos e atuais, fluxo de caixa da empresa, efetividade na cobrança, inadimplência, o nível de satisfação dos clientes, o ambiente de trabalho e contentamento dos colaboradores.

Para ambos os casos, no planejamento e no controle gerencial, a disponibilidade de boas informações são essenciais. Sem dados, não tem como fazer uma boa gestão, que tende a se basear no achismo e em suposições, muitas vezes infundadas. Números relativos ao dia a dia da empresa permitem que o empresário enxergue fatos, tendências, situações que não estariam tão claras, caso não dispusesse de tais informações.

Com isso, ele pode se diferenciar perante os clientes e a concorrência, criando planos e estratégias mais realistas e embasadas, que possam efetivamente reduzir seus custos e/ou melhorar seus níveis de serviço. Quanto maior o tamanho do negócio ou a sua complexidade operacional, mais crítico se torna a gestão das informações e as oportunidades de ganhos advindas dessas análises.

Informações que agregam valor

Com a evolução da tecnologia, sistemas de gestão operacional e de informações gerenciais estão mais acessíveis e mais completos, permitindo que as empresas tenham, de forma simples, ágil e barata, registros eletrônicos de quase tudo que acontece no seu dia a dia, gerando dados e relatórios para uma melhor gestão do negócio. Através de poucos cliques, os empresários podem acessar e analisar informações valiosas sobre suas organizações.

Antigamente, quando softwares eram limitados e caros, as empresas que não tinham recursos suficientes para investir em tecnologia ou ficavam sem informações e, logo, com uma gestão mais limitada ou tinham que investir em pessoas (gerando mais custos), geralmente, com menor capacitação e salários mais baixos, para fazer, manualmente, os registros e controles mais importantes.

Em ambos os casos, ficavam em desvantagem competitiva no mercado, perdendo clientes.

Atualmente, na era da tecnologia, onde o custo/investimento dos softwares caiu muito, a grande maioria das empresas já tem acesso a sistemas gerenciais, viabilizando uma melhor gestão dos seus negócios. Já imaginou poder controlar eletronicamente, de forma simples e rápida, quantos pedidos cada cliente fez no dia, quanto custou cada um, qual o motoboy que mais rodou, quais as regiões mais atendidas?

E se também for possível realizar todos os controles administrativos e financeiros, como criação de demonstrativos de faturamento detalhados e com filtros, geração e emissão de Notas fiscais e boletos de cobrança, acompanhamento dos níveis de inadimplência, dentre outros, com poucos cliques? Coisas do tipo facilitam muito o dia a dia do empresário e liberam mais tempo para focar no efetivo planejamento e controle do negócio, encantando os clientes e “atropelando” a concorrência.

Quer saber como o sistema motofrete da Motoboy.com pode te ajudar a colocar tudo isso em prática? Visite nosso site ou solicite uma visita, teremos o maior prazer em explicar as vantagens que o nosso sistema de gestão operacional pode trazer para o seu negócio. 

Clique abaixo em “Saiba mais” e cadastre sua empresa de motoboy para mais dicas de gestão e mais informações sobre o sistema motofrete da Motoboy.com.

dicas de gestão

Gustavo Barbosa

COO na Motoboy.com

Graduado em Adm. pela UFBA, MBA em Logística Empresarial pela FGV – SP, especialização em Marketing pela UNE – Austrália e Gestão pela UC – Espanha

curso para motoboy

Curso para motoboy: conheça os principais

Hoje em dia, com a concorrência de diversas empresas de entregas rápidas no mercado, somente sobrevive quem busca sempre melhorar o seu serviço. Investir na sua empresa express oferecendo um curso para motoboys de sua frota pode ser o melhor caminho para conquistar seus clientes.

Para melhorar seu serviço e fidelizar seus clientes, cursos de especialização e de excelência no atendimento são algumas das opções de aperfeiçoamento disponíveis para motoboys.

Oferecer curso para motoboys da sua empresa não é nenhum luxo ou favor, é uma necessidade! Conheça os principais cursos disponíveis neste artigo.

Curso para motoboy: porquê, onde e como

O que a lei diz sobre curso para motoboy

Para um motoboy atuar de forma legalizada, além de regras como ter pelo menos 21 anos de idade e habilitação na categoria A há pelo menos 2 anos, a lei também determina um curso para motoboy obrigatório.

A resolução CONTRAN 350 determina que os profissionais que queiram trabalhar como motoboys devem ter este curso preparatório. A determinação tem respaldo na Lei Federal nº 12.009, lançada em 2009, e deve ser respeitada por qualquer interessado em realizar o transporte de pequenas mercadorias.

O curso para motoboy tem uma carga horária relativamente pequena, de 30 horas/aula, sendo que 25 delas tem um perfil mais teórico e 5 horas são destinadas apenas à prática, em uma pista específica para treinamentos.

Nesse tempo, são passadas informações sobre o que é necessário para a boa prática da profissão de motofretista, como conhecimentos de trânsito, legislação sobre o setor e como trafegar com mais segurança. Além disso, são transmitidos direcionamentos sobre como instalar dispositivos de transporte na moto de acordo com a recomendação do CONTRAN, órgão que regulamenta o trânsito.

Para participar, o interessado deve se dirigir pessoalmente a um dos locais que oferecem o curso para motoboy munido dos devidos documentos. Você pode conferir toda a documentação necessária no site do Sindicato dos Motoqueiros e se inteirar melhor sobre essa oportunidade. Vale lembrar que o curso para motoboy é gratuito e acontece durante 6 dias úteis, normalmente de 8h30 às 13h.

Cursos Online para Motofretista

O profissional que deseja trabalhar como motoboy pode aprender parte do conteúdo pela internet — que pode ser uma grande aliada nesse momento. Ainda assim, os cursos são em sua maioria semipresenciais, portanto é importante que tenha opções próximas a sua cidade.

Entidades como o Centro de Treinamento e Educação de Trânsito – CETET e o Instituto de Certificação e Estudos de Trânsito e Transporte (ICETRAN)  oferecem um curso online para capacitação de motoboys/motofretistas.

Nos cursos, são tratados temas como os acessórios de segurança necessários para o serviço, o emplacamento necessário do veículo na categoria de aluguel (com outra cor de placa) e o registro da Carteira Nacional de Habilitação (CNH) de forma diferente.

Todo curso online de motofrete tem alguns pré-requisitos. Em geral, você precisa comparecer a uma autoescola para fazer a biometria e a foto — assim você estará oficialmente cadastrado como aluno. O contato pode ser feito por telefone ou por e-mail, mas você também deve levar o comprovante de endereço e a certidão criminal negativa. Aí é só começar o curso online e aproveitá-lo ao máximo.

Você terá acesso ao conteúdo através de um login e senha e poderá desfrutar de todo o conteúdo para se capacitar. Depois de completar todo o material, você precisa validar sua aprendizagem com uma prova escrita, mas que também pode ser feita na mesma autoescola em que você fez o cadastro.

Curso de excelência no atendimento

Você concorda comigo que é muito importante a forma com o motoboy atende o cliente final, certo? Quando bem atendido, um cliente fica muito satisfeito e provavelmente irá voltar. Quando mal atendido, provavelmente nunca irá voltar e ainda irá “queimar o filme” de sua empresa por aí.

Por isso, é bom aproveitar a cada atendimento como uma oportunidade para firmar uma boa impressão. É justamente isso que um curso de excelência no atendimento oferece: uma capacitação para preparar qualquer pessoa a bem atender um cliente.

No curso, o profissional aprende técnicas de encantamento de clientes — como relacionamento, maneiras de tratamento, discursos específicos e outros detalhes.

É sempre bom investir na imagem de sua empresa! Com esse treinamento, você consegue atender melhor os diversos tipos de clientes e causar uma boa impressão em cada um deles.

E você motoboy que leu o artigo até aqui, uma mensagem para você: por mais que possa ser difícil chegar em casa depois do trabalho e ainda parar para estudar, pense que esse é um  investimento que você está fazendo em você e na sua carreira. Portanto, programe-se e invista seu tempo e esforço nesses cursos para continuar progredindo.

Se esse artigo sobre curso de motoboy foi do seu interesse e o ajudou, não deixe de acompanhar nosso blog. Você pode também nos seguir nas redes sociais e acompanhar tudo mais de perto: estamos no Facebook, no Twitter, e no LinkedIn. Assim receberá sempre as nossas dicas de curso para motoboys e outros assuntos sobre o mercado de entregas rápidas.

smartphone recomendado

Modelos de smartphone recomendados para o app da Motoboy.com

Nem todos os smartphones possuem uma boa recepção de sinal GPS. Saber disto é extremamente importante para que motoboys e empresas express tenham o melhor proveito do app de entregas da Motoboy.com. Veja aqui os modelos de smartphone recomendados para o seu negócio.

Além de uma boa recepção de GPS, o dispositivo precisa contar com alguns recursos de hardware como bússola e acelerômetro, além de uma boa resolução de tela.

Nesta avaliação, não consideramos a bateria, pois o normal é que o motoboy irá manter o smartphone em carga constante utilizando um carregador. É importante que seja assim mesmo, pois o gasto de bateria é alto quando o GPS é constantemente utilizado.
Para compras de smartphones em lote, recomendamos apenas dispositivos homologados pela equipe Motoboy.com. Caso o dispositivo ainda não esteja homologado, você pode solicitar a homologação, desde que este não esteja de lista de “Smartphones não recomendados”. Para isso, você precisa apenas enviar uma mensagem para nossa equipe sobre qual dispositivo gostaria que fosse homologado, para que façamos os testes necessários.
Smartphones homologados Motoboy.com:
  • Motorola – Moto Maxx
  • Moto G4 Plus
Smartphones recomendados:
  • Samsung – Galaxy S5
  • Samsung – Galaxy S5 Mini
  • Samsung – Galaxy Grand Neo
  • Samsung – Ace Style LTE
  • Samsung – Core Prime
  • Samsung – Core Duos S
  • Samsung – Galaxy Grand Neo
  • Samsung – Galaxy Mega GT
  • Samsung – Galaxy S3
  • Samsung – Galaxy S4
  • Samsung – Grand 5
  • LG – G3 Beat LTE
  • LG – D3 F60 LTE
  • HTC – Desire 326G
  • HTC – One
  • HTC – One M8
  • Huawei – Ascend Y511
  • Huawei – Ascend G7 LTE
  • Huawei – Honor Holly
Smartphones não recomendados:

 

gasolina ou etanol

Gasolina ou etanol: qual é o melhor para sua frota

Gasolina ou etanol, o que é melhor para sua empresa de motoboy? Não é necessário ser um expert no assunto para decidir o que é melhor para sua frota.

Sua empresa deve escolher entre gasolina ou etanol de acordo com a estratégia da sua empresa express. Por exemplo, para uma empresa de motoboy decidir entre gasolina ou etanol, ela pode considerar na estratégia do seu negócio fatores como:

- Desgaste da frota

- Eficiência do motor

- Custo por km rodado

- Sustentabilidade / Responsabilidade ambiental

Para decidir o que é melhor para seu negócio, é preciso conhecer as principais características e diferenças de cada combustível. Vamos mostrar aqui um pouco sobre gasolina e o etanol, e também o diesel. Confira!

Gasolina ou etanol: conheça melhor para escolher certo

Natureza

A gasolina e o diesel têm origem fóssil. Já o etanol — uma espécie de álcool utilizado nos carros — tem origem vegetal.

O etanol é derivado do procedimento de destilação da cana. Nesse processo, ele reduzem seu teor de água. O etanol que usamos nos veículos é chamado de hidratado, com cerca de 5% de água. O etanol que é desidratado até 0,5% de água se converte em anidro, que é usado para misturar com a gasolina que é vendida nos postos de combustíveis.

A gasolina e o diesel são partes do petróleo destilado a diferentes temperaturas. Nas refinarias, esse óleo bruto passa por vários processos diferentes para se tornar um tipo de derivado, como lubrificante, querosene de aviação, gasolina, diesel, entre outros.

Ação no motor

A gasolina, o etanol e o diesel possuem diferenças de ação no motor. Quanto maior a taxa de compressão, maior será a energia que sairá do combustível. Esse processo é responsável por gerar mais potência e mais economia.

Quando você utiliza a gasolina, a combustão é feita por velas e esse processo é incompleto.

O etanol possui uma combustão completa por velas. Além de gerar gás carbônico e água, ele tem uma taxa de compreensão alta.

No uso de diesel, há uma combustão com base em compressão. Diferente da gasolina, o diesel não utiliza velas. Nesse caso, a compressão é elevada à combustão e o processo também é considerado incompleto.

Em veículos que sejam movidos à gasolina ou etanol, o motor terá uma carbonização, diminuindo o desempenho do seu veículo e aumentando seu consumo. No diesel, o motor não exigirá uma baixa rotação.

Poluição

Gasolina, etanol e diesel são responsáveis por grande parte da poluição do nosso planeta. Entre eles, o diesel é o que mais contribui para esse fenômeno. Ele contém metais que se acumulam no organismo do homem e que, com o passar do tempo, trazem graves problemas, como doenças e complicações neurológicas.

Apesar da gasolina lançar na atmosfera muitos gases que são prejudiciais para a saúde, ela é composta por hidrocarbonetos mais leves.

Já o etanol contém um catalizador que diminui a emissão de poluentes. Isso ocorre porque esse combustível é derivado da cana-de-açúcar. Porém, o plantio de grandes áreas para produção de cana-de-açúcar pode provocar desmatamentos quando realizada de forma desregulada.

Preço

O preço por litro é um fator importante, porém o rendimento final é que decide qual combustível tem melhor custo/benefício. A gasolina roda mais quilômetros por litro e por isso mesmo sempre tem um preço mais caro que o etanol.

O preço dos combustíveis varia o tempo todo, sendo que às vezes vale mais a pena um ou outro. Para saber qual vale mais a pena, você pode usar uma ferramenta online para calcular gasolina ou etanol. Coloque nesta ferramenta os valores praticados em sua região, e saberá qual é o melhor opção em relação ao preço.

Conhece agora melhor as diferenças entre os tipos de combustíveis? Ainda está em dúvida entre gasolina ou etanol para sua frota? Compartilhe suas dúvidas e ideias com a gente pelos comentários abaixo.

Logística encarada com a seriedade que merece. Artigos que apresentam soluções de mobilidade urbana e a profissionalização das motoentregas. Dicas e novidades sobre motos e motoboys.