gargalos do e-commerce

Gargalos do e-commerce: quais são e como enfrentá-los

O comércio virtual é responsável por uma fatia considerável das vendas efetuadas no mundo inteiro. O que antes era uma inovação, hoje é uma realidade do varejo. Com a evolução, veio também a complexidade do negócio, onde certos aspectos, quando mal resolvidos, tornam-se gargalos do e-commerce.

Para que o e-commerce prospere, o cuidado com a logística, a contratação de mão de obra especializada, os processos operacionais, entre outros, são alguns dos pontos fundamentais que o empreendedor deve aprender a administrar.

Saiba quais são os principais gargalos do e-commerce e confira nossas dicas para enfrentá-los e otimizar o funcionamento da sua loja virtual.

Gargalos do e-commerce:

Design da plataforma de vendas

Aparência e facilidade de acesso são alguns dos melhores cartões de visitas que um e-commerce pode oferecer aos seus clientes. Um site bem estruturado, com acessibilidade favorecida e design intuitivo cativam o consumidor e transmitem a segurança que o cliente precisa para fechar o negócio. Um site com a navegação dificultada ou design confuso certamente resultará em um rendimento comercial abaixo do esperado, por isso este é um dos principais gargalos do e-commerce, que os impedem de ganhar escala. Para evitar este tipo de problema, a melhor solução é a contratação de especialistas em experiência do usuário (UX designer), em usabilidade (UI designer) ou outro tipo de designer com sólida experiência em e-commerce para participar da criação ou revisão da plataforma de vendas.

Mão de obra

A expansão acelerada do mercado virtual fez com que surgissem profissões especializadas em e-commerce. Formar profissionais qualificados requer tempo e depende de condições macro-econômicas, políticas e sociais para gerar a qualificação que o setor demanda. Como no Brasil a educação apresenta problemas estruturais ainda não superados, a falta de profissionais qualificados afeta a eficiência do setor, se tornando assim um dos principais gargalos do e-commerce.

Isso não significa que é impossível encontrar pessoal capacitado para trabalhar no funcionamento do e-commerce. Existem centros profissionalizantes que oferecem cursos preparatórios, além de faculdades que oferecem programas de estágio e parcerias com empresas, onde é possível encontrar jovens querendo entrar no mercado e que estão em pleno desenvolvimento profissional.

Algumas dicas são importantes para solucionar o gargalo da mão de obra. Em primeiro lugar, ao contratar, é crucial saber que tipo de habilidades são realmente necessárias que o candidato possua, e quais são apenas desejáveis; isto vai ajudar a não perder tempo com quem apenas possui as habilidades dispensáveis. Priorize candidatos com capacidade analítica e com múltiplas habilidades (o e-commerce tem um perfil bem multidisciplinar quanto à sua operação). É importante ter um cuidado na divulgação da vaga; é difícil encontrar o funcionário certo se a oferta estiver no lugar errado. Nem sempre o anúncio de jornal é a melhor solução, procure comunidades em redes sociais ou fóruns especializados em contratação para o setor.

Processos

No e-commerce, quando qualquer dos processos necessários para seu funcionamento não está bem resolvido, o negócio inteiro é afetado. Se uma loja virtual cresce de forma desestruturada, é certo que isto se tornará um gargalo cada vez mais grave a ameaçar a sobrevivência do e-commerce.

Lojas físicas e comércios online requerem processos e organizações bem distintas. Apesar de muito do modus operandi parecer importado do comércio tradicional, a atividade online requer cautela específica. Atendimento, comunicação, estoque, distribuição, entregas, tudo deve ser adequado ao universo digital.

Planejar e alinhar com equipe todos os processos mais fundamentais do trabalho é o caminho para evitar problemas oriundos de desorganização dos processos. É importante estabelecer métricas de controle que permitam avaliar claramente se os processos estão ocorrendo como esperado. Por exemplo, o número de vendas retornadas, quando elevado, pode ser um indicativo de que há algo errado com o produto ou com a forma de vende-lo, ao criar uma expectativa que não se cumpre ou atingindo o público errado.

Logística

A entrega de produtos é ponto crucial no funcionamento de qualquer loja virtual, e sua desorganização também está entre os principais gargalos do e-commerce. Ser eficaz nesta área farão seus clientes quererem repetir a experiência de compra ou se arrependerem de te-la feito.

Oferecer entregas rápidas, agendadas e com baixo custo de frete são alguns desafios encontrados pelos lojistas na hora de planejar o e-commerce. Uma alternativa é apostar nos serviços de motoboy online, que podem inclusive se integrar com o e-commerce para oferecer entregas no mesmo dia aos clientes. É a tecnologia revolucionando a forma como as pessoas recebem o que compram, trazendo a sensação de realiazação quase imediata do desejo de consumo, o que consequentemente promove maiores chances de vendas.

Conhece outras soluções para enfrentar os gargalos no e-commerce? Compartilhe conosco nas mensagens abaixo. Siga nossas dicas e faça o seu comércio virtual funcione a todo vapor!

 by Motoboy SP

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *