heroi tempos modernos

Motoboy: um herói dos tempos modernos

À primeira vista, o motoboy pode parecer ser uma figura recente, já que ganhou evidência quando passou a ser o responsável por entregas rápidas nas grandes cidades. De fato, o motoboy como hoje conhecemos ganhou forma a partir da expansão das terceirizações nos anos 1980, quando muitos negócios passaram a depender das motoentregas. As cidades ficaram maiores, consequentemente o trânsito, daí a importância deste profissional que consegue driblar o tráfego e ganhar tempo.

Para algumas pessoas, também pode parecer que o motoboy seja um aventureiro. A própria palavra motoboy é a junção de motorcycle (motocicleta) e boy (garoto) – dando a conotação de jovialidade, agilidade e coragem que a profissão passa ao público em geral.

O que muita gente não sabe, porém, é que motoboys foram profissionais muito importantes já na 1ª Guerra Mundial. A partir do conflito, exércitos europeus e americanos passaram a contar com motoentregadores para realizar entregas entre as várias bases militares e frentes de batalha.

Em 1917, quando os Estados Unidos declararam guerra à Alemanha, motoentregadores foram convocados a servir na França. Entre eles estava Ervin Grant Bottlemy. Hábil condutor, foi motorista de caminhões, mecânico e motociclista responsável por fazer entregas de correspondências para as várias bases do exército americano na França. Devido a uma vasta troca de cartas com sua amada, Fannie Nyboer, sua história foi documentada e serve como um retrato da vida desses heróis sobre rodas.

Quando a 2ª Guerra Mundial trouxe o inimigo para uma invasão iminente  à Grã Bretanha, as comunicações por telefone, telégrafo e ferrovias foram interrompidas. Rapidamente, uma vasta rede de entregas foi montada e conectava o Ministério da Guerra Britânico com cada comando do exército. Na medida que a frente de batalha avançava, novas linhas de entregas eram rapidamente construídas para permitir que correspondências, armas e equipamentos pudessem chegar às bases. Para esses corajosos soldados, todo dia era dia de missão.

Os motoboys heróis dos tempos modernos no Brasil

A expansão da profissão de motoboy no Brasil se deu a partir do final dos anos 1980. Segundo um levantamento feito pelo Sindimoto – SP (Sindicato dos Mensageiros Motociclistas, Ciclistas e Moto-Taxistas do Estado de São Paulo), em 2009 já se estimava cerca de 900 mil profissionais, número que faz do país o maior empregador de entregadores sobre duas rodas no mundo. Desse total, 200 mil apenas em São Paulo, portanto outro recorde, desta vez a cidade do mundo com o maior número de motoboys.

Assim como os motociclistas que cumpriram missões em período de guerra na Europa, os motoboys brasileiros podem ser considerados heróis do asfalto. Mesmo em tempos de paz, é preciso muita coragem para arriscar a vida todos os dia, enfrentando o trânsito violento (especialmente contra motociclistas), a chuva, o frio e o calor. São batalhas que nem sempre recebem o devido reconhecimento, mas sem as quais muitos negócios não aconteceriam.

Na maior nação de motoboys do mundo, todo dia é dia de missão.

Você já conhecia a história da profissão de motoboy? Conte nos comentários sua experiência com motoboys que podem ser considerados heróis dos tempos modernos, e poderemos até contar essa história num próximo post. Até mais!

(Foto em destaque: Garage Leathers Blog)

by Motoboy SP

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *